A Gengibirra, o nosso Ginger Ale

Foto: Leonardo Augusto Matsuda
Foto: Leonardo Augusto Matsuda

PEÇA A SUA GENGIBIRRA ORLANDO NO TUBAÍNA!!!

 

A Gengibirra é provavelmente a nossa tubaína mais antiga, a que mais se embrenhou pelo país, e a que mais está se perdendo. Dos três fabricantes que passaram com suas gengibirras pelo Tubaína, Orlando, de Piracicaba; Limongi, de Rio das Pedras, e Cini, do Paraná, não sobrou nenhum no bar. Por falta de demanda hoje elas são produzidas só em garrafas tamanho família e não mais nas caçulinhas, que nós vendemos.

A receita de gengibre, farinha de milho, açúcar mascavo, casca de limão e água, que fermenta por uma semana até ficar pronta, existe no interior de São Paulo, no Paraná, no Rio Grande do Norte e nas festas negras do Mazagão Velho, no Amapá. A Gengibirra, que podemos considerar hoje um gênero de Tubaína, foi a primeira bebida popular que agradou aos brasileiros, e tem resistido graças a tradições culturais, avós teimosas e netos saudosos.

Carlos Alberto Tavares Coutinho conta na sua Cronologia da Cerveja Brasileira, disponível na internet, que a Gengibirra era a bebida consumida pela população do Rio Imperial. No final da década de 1830, a bebida trazida por portugueses e africanos, era vendida em garrafas ou canecas ao preço de 80 réis.  A Gengibirra era encontrada em botijas louçadas, e já nessa época, dividia a sua embalagem com a cerveja, assim como as tubaínas fazem até hoje. Eram garrafas com rolhas, amarradas com barbantes, que estouravam ao se abrir, descreve Coutinho.

Das receitas de Gengibirra que se espalharam pelo Brasil algumas levam abacaxi, outras levam cachaça, outras, abacaxi e cachaça, e outras, cachaça e gengibre. No Amapá, ela anima o Marabaixo, uma festa tradicional africana, que chegou ao Brasil com os negros marroquinos trazidos em barcos portugueses.

A receita do fermento do gengibre é antiga, provavelmente indo-européia. Há registros antigos de uso de bebidas fermentadas de gengibre na Grécia e na Roma antigas, e na Europa medieval. No Reino Unido, a mediados do século XVIII surgiu a primeira versão comercial alcoólica, a Ginger Beer.

Nos Estados Unidos há notícias de refrigerante de gengibre, o Ginger Ale, desde 1822, mas a primeira marca registrada foi a do farmacêutico Thomas Cantrel, em 1851.  A bebida de Cantrel era feita pela fábrica Grattan and Company, com o slogan “The Original Makers of Ginger Ale” gravado nas garrafas. O gênero Ginger-ale de refrigerante foi famoso nos EUA e no Canadá, entre 1860 e 1930. Os norte-americanos, assim como os brasileiros, também mantêm a tradição de fazer Ginger-ale caseiro, e preparam quase a mesma receita que se fazia no Brasil, com exceção do milho.

No Brasil o sucesso dos refrigerantes de gengibre também é antigo, mas por serem fabricados por empresas pequenas, foi sumindo com elas. Uma Gengibirra tradicional do interior, a Gengibirra Orlando de Piracicaba é produzida desde 1913, deixou de ser produzida em garrafas caçulinhas, uma pena. O seu gosto é delicioso, um refri de limão com um leve toque de gengibre e açúcar na medida certa. O rotulo branco com raios vermelhos é um primor vintage. A Limongi, de 1917, que também preserva o gênero em São Paulo, em garrafas pet de 2 litros. Outros fabricantes abandonaram o gengibre e cederam ao limão da receita, virando sodinhas, mais populares e comerciais.

Uma das melhores gengibirras brasileira é produzida desde os anos 60 pela Cini, do Paraná, que mantêm fieis o gosto e o cheiro de gengibre. Já a canadense Canada Dry, talvez seja a melhor de todas no mundo, ela tem um gosto de limão, mas mantêm o fundo apimentado do gengibre que refresca a boca junto com as bolhas. Se tiver oportunidade de ir atrás, experimente as duas e depois nos conte.

*Veronica Goyzueta é Tubalier e fundadora do Tubaína Bar, em São Paulo.

8 comentários em “A Gengibirra, o nosso Ginger Ale

  1. Parabéns, sou viciado em tubaína, meu face book, como toco gaita de boca e sou viciado em tubaína ficou…Paulo Gaita Tubaína….estarei em São Paulo para conhecer esse fds.
    Obrigado.

    Att/

  2. Parabéns pelo Blog, porém não registrou uma das melhores gengibirras do Brasil !
    A Gengibirra ESPORTIVO de Santa Bárbara d `Oeste, SP, que é fabricada da mesma maneira desde 1947 !
    Abraços !

  3. Eu particularmente acho a gengibirra da Cini , a melhor de todas, incluindo as estrangeiras .
    Eles tem garrafas de 600ml,2 litros e latas.
    Sempre peço a amigos de Curitiba para enviar para mim,aqui no Rio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s